Carreira, Lifestyle, Relacionamentos
Comentários 5

Tu és livre: uma reflexão acerca da negligência da nossa própria liberdade.

As prisões da mente são construídas por nós mesmos, o que significa que só nós temos as chaves para sair de lá. O problema é que nem sempre enxergamos assim, nos imaginamos em um beco sem saída onde tudo está tão escuro que sentimos medo. O maior problema que tenho observado no comportamento das pessoas é que a maioria está apavorada. Quanto a isso tudo bem, é normal se sentir assim, é normal ter medo. O problema começa quando tu deixas o medo controlar tuas decisões e te aprisionar em situações que claramente não estão te fazendo bem.

Mas como “acordar” e tomar o controle da tua própria vida novamente? Bem, nem sempre é fácil, mas acredito que o primeiro passo seja simples: identificar a situação que está te fazendo mal. Seja um relacionamento destrutivo e sofrido ou um trabalho que tu detesta, mas não larga. Se já identificou o problema, ótimo. Agora façamos uma lista dos prós e contras dessa situação.

Relacionamento: escreva tudo o que tu gosta no teu relacionamento, coloque as qualidades da pessoa e como ela faz tu te sentir, desde atitudes simples como, por exemplo, o fato de tu adorares quando ela/ele te manda mensagem no meio do dia. Depois liste tudo o que tu não gostas em teu relacionamento, coloque os defeitos da pessoa e como ela faz tu te sentir, novamente liste até as atitudes mais simples como, por exemplo, o fato de tu detestares quando ela/ele não te ajuda a lavar os pratos.

Trabalho: Da mesma forma que o relacionamento, tu deverás listar tudo de positivo que existir em teu trabalho como, por exemplo, o fato de tu gostares de teus colegas, ou do horário flexível, ou mesmo do que é servido no refeitório (comida boa é tão importante e nem sempre fácil de achar, valorize). Liste depois tudo de negativo no teu trabalho, como, por exemplo, teu chefe é muito exigente, os prazos são surreais, tu estás tendo que levar trabalho para casa, assédio moral, falta de valorização, falta de coleguismo, horários não flexíveis, tu odeias as tuas atribuições, está sobrecarregado, enfim, coisas desse tipo.

Muitas vezes estamos passando por um período turbulento em nosso relacionamento com muitas brigas, e nessas horas relembrar o que te fez apaixonar pela outra pessoa pode salvar a relação.

Essa experiência, por mais simples que pareça, é revigorante, eu diria que especialmente na questão do relacionamento, pois muitas vezes estamos passando por um período turbulento em nosso relacionamento com muitas brigas, e nessas horas relembrar o que te fez apaixonar pela outra pessoa pode salvar a relação. Por isso é muito importante listar TUDO, cada ato ou gesto simples, tanto os bons quanto os ruins, para poder pesar os prós e contras. Se tu permaneces apaixonado esse exercício vai te fazer reconsiderar o “trabalho contínuo” que é viver a dois e aos poucos, notando mais as atitudes simples que te fazem feliz do que as que te fazem infeliz, o relacionamento vai melhorar da água para o vinho.

Quanto ao trabalho, eu realmente acho que as pessoas procrastinam muito sobre essa situação. A maioria das pessoas não gosta do que faz, mas se submetem a isso porque acha que não existe outra maneira de pagar as contas, que não vai conseguir outro emprego, ou que o que elas gostam realmente de fazer nunca vai lhes dar uma renda o suficiente para pagar as despesas, viajar, comprar as coisas supérfluas que sabemos que não precisamos, mas qual é, somos humanos e queremos essas coisas!

A realidade é que devemos nos perguntar o quanto isso vale a pena, quero dizer, vale a pena ser infeliz para pagar as contas? Valeu a pena ter estudado para trabalhar nesse emprego que tu odeias? Valeu a pena os 12 meses infeliz para ter o tão abençoado mês feliz de férias? Pese. Pese os prós e contras, e se achar que vale a pena, ok, talvez como no relacionamento tu perceba até uma melhora no teu ambiente de trabalho, da água para o vinho lembra?!

Vá ser feliz, e vá ser feliz AGORA, porque nem sempre teremos tempo, não fique esperando a aposentadoria, os filhos irem pra faculdade, tu ganhares na loteria, vá viver. E te liberta das prisões que construístes para ti mesmo.

O que eu realmente quero dizer é para pararmos de procrastinar nossa felicidade por causa do medo. Se tu não te arriscares de nada vai valer a pena tua estadia na terra. Vá ser feliz, e vá ser feliz AGORA, porque nem sempre teremos tempo, não fique esperando a aposentadoria, os filhos irem pra faculdade, tu ganhares na loteria, vá viver. E te liberta das prisões que construístes para ti mesmo. Tu consegues. Eu sei que consegues. E tu também sabes.

Existe um emprego, uma ocupação, ou qualquer que seja outra forma de tu proveres o teu sustento, que vai te fazer feliz, talvez tu só não tenhas te encontrado ainda nessa vida, não sabe bem qual é a tua vocação, tua paixão, o que faz o teu coração bater mais rápido, o que te empolga e te deixa sem fôlego, mas cada dia é uma oportunidade de descobrir, de se descobrir.

Então não desistas, não digas que o amor não fora feito pra ti, ou que tu não nasceste pra ter a carreira brilhante que um dia idealizaste. Às vezes não compreendemos o porquê de algumas coisas não darem certo como gostaríamos, mas como diz minha sábia mãe:

“Nada como um dia após o outro, tudo melhora depois de uma boa noite de sono”.by Rosane Leite

Parece simples, não?! E é!

5 comentários

  1. Pingback: Sites e links legais (1) | Cantinho da Tarsi

  2. Incrível como é simples e difícil ao mesmo tempo tomar estas decisões! Sei bem heheheh. Maravilhoso texto, queria que todas as pessoas lessem. Tem tanta gente precisando de um help não é mesmo?! Parabéns e continua escrevendo..amei

    Curtido por 1 pessoa

  3. Pingback: 7 Motivos para não se contentar com um meio amor | Diários da Kah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s