Lifestyle, Reflexões
Comentários 16

Como você se vê daqui a cinco anos?

Pensando na vida

Já parou para pensar nessa famosa pergunta? Sim?! Mas, você analisou profundamente ou apenas respondeu de modo genérico? Saiba que essa pergunta pode dizer muito a respeito do modo como você vem vivendo sua vida e traçando seus planos e metas. Vem conferir como!

Todo mundo possivelmente já parou para pensar na famosa questão “Como você se vê daqui a cinco anos”, seja para uma entrevista de emprego, para satisfazer a curiosidade de algum amigo ou familiar que tenha te indagado, ou você já se perguntou isso durante algum momento reflexivo dentro de si mesmo.

Essa questão parece simples de início, mas ao analisarmos ela a fundo acredito que possamos tirar interessantes reflexões sobre nossa visão de mundo ideal e sobre nós mesmos como seres ativos nesse mundo, nosso papel e nossos objetivos, enfim, uma autoanálise que em muito pode contribuir com nossa evolução e com nosso planejamento de vida.

Para uma entrevista de emprego, geralmente acabamos respondendo essa pergunta de modo genérico, do tipo: “daqui a cinco anos me vejo ocupando o cargo de (blábláblá insira o cargo pretendido aqui) nessa companhia, me vejo também concluindo o curso de (blábláblá insira o curso aqui) que muito contribuirá para minha formação profissional e meu crescimento na empresa”. Provavelmente não iremos falar sobre nossas metas reais de vida, acabaremos focando no campo profissional, e está certo, o recrutador não quer saber do seu sonho de viajar para a Disney ou casar em um Luau na praia.

Porém, já se perguntou o que você realmente espera de si mesmo daqui a cinco anos? Como você se vê daqui a cinco anos?

Não falo apenas do lado profissional, mas também do pessoal, relacionamentos, saúde, metas, planos, objetivos e sonhos, o que você espera?

Essa questão me assusta um pouco. Uma vez li sobre a importância de traçarmos planos de vida com prazos a serem realizados, como cinco, dez, quinze anos. Poxa, é um pouco metódico demais você imaginar o que estará acontecendo na sua vida em quinze anos não é?!

Mas de fato em certo ponto há uma coerência nisso, viver como se não houvesse amanhã até parece uma boa filosofia, mas na prática acho que não funciona exatamente do jeito que o soa.

Sou o tipo de pessoa que necessita de planejamentos. Eu preciso ter um plano, uma meta, um objetivo. Veja bem, não sou o tipo de pessoa que estipula mil objetivos ao mesmo tempo, nem planejo minha vida daqui a quinze anos. Não acho que seja necessário seguir à risca a recomendação de planejar cinco anos de vida, até porque vejo esse “cronograma” como um sinalizador apenas, um lembrete de que você precisa se planejar e não deixar a vida te levar.

A filosofia de deixar as coisas acontecerem naturalmente e acreditar que tudo é destino, sorte, azar, carma, macumba, enfim, não deveria ser uma constante em sua vida. Você é um criador ambulante, e deveria saber que possui algum controle sobre as coisas ao seu redor.

Acho que a dificuldade em responder “Como você se vê daqui a cinco anos” reside no fato de não conseguirmos nos enxergar no futuro do jeito como desejamos. Podemos responder de modo genérico: “rico, magro, viajando, formado, casado, com filhos, passando férias em Acapulco, tendo dinheiro para comer sushi toda semana (meta particular da minha vida)”.

Sushi

Daqui a cinco anos me vejo comendo sushi toda semana.

Essas respostas são muito genéricas e não nos fazem realmente refletir sobre como nos vemos em cinco anos, pois elas não trazem detalhes, não nos transportam para uma realidade paralela em que já existimos e vivemos exatamente desse jeito.

Opa Karine, acho que agora você está viajando na maionese. Não, não estou, acho que o que falta no ser humano é a capacidade de se assumir, de se ver na qualidade que deseja, de se imaginar completamente e com riqueza de detalhes vivenciando aquela cena de cinco anos agora. É como se teletransportar para o futuro.

A pobreza do homem é usar tão pouco a imaginação depois que cresce.

Cada pessoa tem a capacidade de se teletransportar para onde quiser dentro da sua mente. A fábrica de pensamentos individual é ilimitada e está disponível 24 horas por dia. É mesmo uma pena que a usemos mais para o mal do que para o bem.

Pensamos mais no que não queremos que aconteça conosco do que no que queremos. Colocamos muita energia e pensamentos negativos no mundo e isso só faz mal. Ódio gera ódio, tristeza gera tristeza, rancor gera rancor, mas amor gera amor, alegria gera alegria, perdão gera perdão.

Quando formos gerar pensamentos e sentimentos temos que nos lembrar da força que eles estão exercendo no momento presente em nossa vida.

Então quando for pensar sobre Como você se vê daqui a cinco anos, tente se colocar em um estado de paz e reflita sobre o que você quer para sua vida, crie a imagem perfeita do que você quer, e foque em detalhes, sinta-se vivendo o momento. Quanto mais viajante for o seu pensamento, melhor.

Fazendo essa experiência desse jeito, você vai ver o quanto ela pode ser produtiva para sua vida, para o estabelecimento das suas metas, para planejar como conquistar o que você imaginou.

Não viva no piloto automático, seja o escritor da sua própria história.

 

16 comentários

  1. Arrasou, Maninha! A Lei da Atração está agindo constantemente em nossas vidas, quer as pessoas acreditem ou não. O segredo é atrairmos conscientemente o que desejamos e não deixar ao acaso os nossos objetivos. 😘

    Curtido por 1 pessoa

  2. adorei seu post, já me perguntei vária vezes, e sempre me surpreendo com minhas respostas , expectativas e metas, algumas conquistadas outras não mas sempre almejando algo novo e focando no meu objetivo, acredito que vc tem que ter metas e tentar alcança-las mas acaso por algum motivo da vida elas não se concretizarem siga em frente não remoa o passado isso só te trará rugas, bjss sucesso no deu blog

    Curtido por 1 pessoa

    • Jailma parece que a medida que o tempo vai passando vamos mudando nossas metas e planos, e não tem problema nenhum nisso, só acho que nem sempre estamos conscientes sobre essas mudanças, acabamos deixando a vida no piloto automático. Por isso é importante refletirmos de tempos em tempos!
      Obrigada pela visita! Volte sempre! Beijoss!

      Curtir

  3. Que reflexão maravilhosa e em ótima hora… Não boa hora… ÓTIMA!
    Estou em um momento de várias mudanças e essa pergunta cabe perfeitamente pra mim… e dessa forma profunda e verdadeira… Não artificial… Obrigada por trazer essa reflexão. 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  4. Gostei muito do seu post, você escreve muito bem e de um jeito super estruturado, parabéns! me pego pensando sempre nessa questão dos 5 anos, mas acredito que dificilmente minha vida estará como eu imagino haha.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Nossa que lindo texto!
    ”A pobreza do homem é usar tão pouco a imaginação depois que cresce.” fico muito triste em concordar com isso, tenho 16 anos e já sinto saudade da minha imaginação quando era criança!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s