Lifestyle, Reflexões, Relacionamentos
Comentários 3

7 Motivos para não se contentar com um meio amor

Liberdade é amar a si próprio.

Já assistiram o filme “As vantagens de ser invisível”? Em uma cena, um dos personagens fala: “a gente aceita o amor que acha que merece”. Não precisa ser assim, você não acha que merece o tal do “amor maior que eu” da música do Jota Quest?! Porque eu acho que merece. Vem ver por que você não deve se conformar com um meio amor.

 

Sempre achei superficial essa história de achar a sua “outra metade”. Na verdade não existe essa coisa de metade, você é um ser inteiro, tá procurando metade de quê? É esse maldito sentimento de falta, de não nos sentirmos completos sozinhos, que faz a gente enxergar cabelo em ovo, ver príncipe encantado onde só tem um sapo, viver um conto de fadas fajuto, mas que no facebook vai parecer maravilhoso.

Não se contente com um meio amor, experimente juntar dois amores inteiros e ver no que dá.

Metade da laranja

Você não é uma laranja. Créditos imagem: Pixabay.

Baseada nessa ideia, um tanto contraditória a algumas letras de músicas (Fábio Jr. que me desculpe), resolvi listar 7 motivos pelos quais você não deve se contentar com um meio amor, então pega a caneta e vamos lá!

1 – Você é um copo cheio

Temos que parar com a mania de viver amores pela metade, de nos contentarmos com migalhas e acharmos que precisamos de alguém para nos preencher quando tudo parece estar dando errado na nossa vida. Nessas horas vale uma boa olhada no espelho seguida de um: EU ME BASTO.

Se for para nos relacionarmos seja com um amor, um parente, um amigo, em sociedade, ou com desconhecidos num boteco qualquer, que seja para somar e não para completar o que supostamente estaria faltando em nós. A intenção aqui é “transbordar o copo”, porque, afinal, ele já está cheio de você.

O fato é que algumas pessoas, especialmente no quesito amor, porém já vi muitos casos no quesito amizade, acabam depositando muitas expectativas no outro serzinho humano com quem está se relacionando. A “vítima” em questão se torna a “muleta emocional” do outro que se apoia nela como se não houvesse mais ninguém no mundo, sem enxergar o quão pesada e egoísta essa situação pode se tornar.

E ninguém atura essa situação por muito tempo, você acaba afastando as pessoas e ficando sem entender o que é que você fez de errado, entrando em um ciclo vicioso em que você se tortura emocionalmente por achar que não é bom o bastante para ninguém.

Quando pararmos de depositar todas essas expectativas em uma só pessoa, parando de responsabilizá-la por nossa felicidade ou infelicidade (gente coitado do indivíduo, ele já precisa se preocupar com a felicidade dele mesmo) vamos aprender o que é um relacionamento sadio. Não é sobre preenchimentos, é sobre derramamentos.

Amor próprio

Amor próprio primeiro. Créditos imagem: Pixabay.

2 – Se estiver perdendo tempo com o sapo, pode deixar de conhecer o príncipe

Que alguns relacionamentos se mantém pela comodidade não é nenhuma novidade. A magia acaba, e às vezes você se questiona se vale a pena continuar. Sinceramente, se essa pergunta passou pela sua cabeça é bom avaliar minuciosamente se o que te prende nessa relação não é a comodidade, o tempo de vida do relacionamento, por que eu sei que isso pesa, eu sei que parece difícil recomeçar sozinha/o, mas gente, pior ainda é ficar com alguém por comodidade e não mais por amor.

Enquanto você está “presa” a esse meio amor (se é que ainda tem algum amor aí), pode estar perdendo a chance de encontrar alguém parecido com você e que desperte em você novamente aquela magia apagada.

3 – Você é incrível demais e merece um amor inteiro

Fique com alguém que goste de estar com você e que valorize o quão iluminada/o você é. Duas pessoas completas juntas são muito mais felizes do que duas “metades” se apoiando uma na outra.

Juntem suas qualidades e sejam incríveis juntos.

4 – A carência pode ser curada com um bichinho de estimação

Contentar-se com um meio amor por pura carência não é a solução. Você pode canalizar essa carência em outros horizontes. Pode adotar um cãozinho, ou passar mais tempo com o que já tenha, pode sair com as amigas, ir pra casa da sua mãe ou qualquer familiar próximo para ganhar um chamego (minha mãe é meu refúgio).

Não se apegue a alguém pelos motivos errados, você merece mais. Vá curar essa carência com outras coisas para se preparar para seu amor saudável.

5 – Amores pela metade = Dores de cabeça por inteiro

Você gosta de se incomodar? Ok, então pode arrumar um meio amor. Tem casal que tá junto, mas passa 90% do tempo brigando. Ainda dizem que quando não tem briga é porque tem algum problema. Aham, claro.

Amor verdadeiro é pra dar felicidade. Se você passa a maior parte do tempo infeliz é porque tem alguma coisa errada no seu relacionamento. E na minha opinião não vale a pena perder tempo sendo infeliz.

Abre esse sorriso lindo e vá buscar outro sorriso iluminado como o seu. Amores inteiros representam o descanso para a alma.

6 – Você pode colocar suas séries do netflix em dia enquanto o amor inteiro não chega

Tem um milhão de coisas que você pode ir fazendo por si mesma ao invés de sentar num banquinho e esperar o boy/girl magia aparecer.

Que tal ir pra yoga? Colocar em dia suas séries do Netflix, estudar, ler seus livros (aqueles que você comprou em alguma feira e colocou na estante, mas nunca leu), sair com os amigos, enfim, uma infinidade de possibilidades.

Vá cuidar de si mesma, se valorize, se ame. As coisas vão acontecer naturalmente.

7 – Sua mãe não te criou para isso

Tenho certeza de que quando você entrou naquela fase da adolescência, sua mãe, sua avó, sua irmã, ou seja lá quem tenha tido a famosa conversa iniciando por “agora que você é uma mocinha”, deve ter te ensinado a se valorizar e se colocar em primeiro lugar não é mesmo?!

Se você não teve a oportunidade de ouvir o famoso sermão da montanha sobre o quanto só vale a pena se doar para alguém quando essa pessoa se doar de volta, eu estou aqui para lhe passar essas sábias palavras:

O amor é uma via de mão dupla.

          É isso, espero que levem em consideração esses 7 motivos para não se contentarem com um meio amor.

Vocês são espetaculares e merecem mais!

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s