Arquivologia, Carreira, Reflexões
Comentários 3

Trabalhe com o que você ama para não precisar trabalhar de fato

Trabalhe fazendo algo que ama

O sucesso na carreira está ligado a realização profissional do indivíduo e não somente a sua conta bancária. Vem conferir como é mais divertido e saudável o trabalho por amor e com amor.

Certa vez, em alguma legenda de foto do facebook, li a frase: “quem faz o que gosta está sempre de férias” e aquilo me fez refletir sobre quão poucas pessoas no mundo têm vivido em “férias permanentes”. Trabalhe com o que você ama para não precisar trabalhar de fato, esse é o segredo de uma vida profissional plena.

Desde muito cedo associamos a palavra trabalho com algo “trabalhaso”, algo ruim. Crescemos com nossos professores, pais, tios, avôs, dizendo que temos que estudar para arrumarmos um bom emprego e termos uma boa vida. Como se a única coisa que realmente importasse fosse a quantia registrada em nosso contracheque. Mas não precisa ser assim.

A sorte de conviver diariamente com uma pessoa apaixonada pelo que faz, meu adorável companheiro, me fez reconsiderar minhas próprias opções na vida profissional e percebi que o mais importante não é o quanto você ganha, ou o que você faz, mas sim o quanto você gosta do que faz.

Torno Industrial

Pra quem não sabe o Denver é Engenheiro Mecatrônico, e gosta tanto da profissão que comprou seu próprio torno para fazer projetos pessoais.

Realização profissional é um sentimento que está muito mais ligado a como nos sentimos úteis ou não perante a sociedade, está ligado ao quanto consideramos que nossas funções contribuem para o bem estar da empresa na qual trabalhamos ou às pessoas para as quais prestamos um serviço.

Claro que dinheiro é bom e todo mundo precisa disso para pagar as contas, mas de que adianta ganhar bem se você se sente infeliz?! Passamos muito tempo dentro de nosso ambiente laboral, então imagine o quanto pode ser estressante estar em um ambiente que você não goste?!

E de que adianta acumular uma grande quantidade de dinheiro se você tiver que gastar tudo tentando recuperar sua saúde?! O estresse e a infelicidade são grandes causadores de doenças, e não só psicologicamente falando, o estresse também pode causar problemas cardiovasculares.

Li uma reportagem que dizia que o Brasil perde muito dinheiro com a depressão, pois essa é uma das maiores causas de afastamento do trabalho. Existe um esgotamento físico e mental por parte da pessoa quando esta pensa em ter de ir para o trabalho, ainda que outras áreas de sua vida corram perfeitamente bem. É a chamada síndrome de Burnout, a depressão do trabalho.

Fiz tratamento psicológico por bastante tempo por estar me enquadrando nessa situação. Sentia-me esgotada e achava que não conseguiria entrar em meu local de trabalho todos os dias. Era funcionária pública, lidava com o público, e no meio de toda aquela maracutaia política (que por mais que você seja estatutário, é obrigado a conviver com cargos comissionados e políticos no geral) não aguentava mais, mas tinha receio de pedir exoneração (quem faz isso né?!).

A questão é que as pessoas vivem reclamando de seus ofícios, detestam seus trabalhos, mas nada fazem para mudar suas realidades. Eu havia decidido que mudaria de vida assim que me formasse (meu cargo era de nível médio e eu estava cursando Arquivologia na época), mas para que eu pudesse ter um certo conforto, decidi juntar uma grana por um ano após a formatura para o caso de demorar para conseguir seguir minha profissão.

Em nenhum momento pensei em me afastar do trabalho por esgotamento, e olha que eu fazia acompanhamento psiquiátrico. Achava inadmissível ser paga com dinheiro público e me afastar de minhas atividades quando sabia que meu problema era o ambiente e que sair de lá cabia somente a mim.

Vivemos em um mundo onde aparentemente é mais fácil reclamar de tudo do que tomar alguma atitude para melhorar as coisas. As decisões dependem de nós mesmos, a mudança começa dentro da gente.

Se você se identifica com isso, saiba que a única pessoa capaz de mudar sua vida é você mesmo. Por isso, pare de colocar a culpa de sua infelicidade em seu trabalho, em sua carreira, na escolha de sua profissão. Se acha que fez uma má escolha, as faculdades estão aí e sempre há tempo para recomeçar, caso esteja infeliz em sua carreira e acredite que o problema foi a escolha de sua profissão.

Um profissional realizado sabe que fez uma boa escolha, ainda que os tempos estejam difíceis, ainda que você ache que merece ganhar mais, ainda que esteja desempregado, você escolheu amar sua profissão e se dedicar a ela. Você tem dúvidas e preocupações como todos, somos humanos, isso faz parte, mas no fundo você sabe que é aquilo que vai te fazer feliz, que vai fazer com que você acorde de manhã e queira ir trabalhar. Vai fazer com que você não se importe se é segunda-feira ou sexta-feira, porque você não vai viver sua vida esperando os finais de semana, você simplesmente vai viver. Todos os dias você vai viver. E vai se sentir vivo.

O trabalho enobrece aqueles que amam o que fazem. E se você não se sente apaixonado pelo seu trabalho, pela sua área, então é hora de buscar algo que te empolgue, porque não há nada mais entediante do que passar o dia todo esperando a hora de ir para casa.
Todas as profissões têm seus desafios e suas deficiências, e cabe a nós aceitarmos e lidarmos com isso, nada é 100% bom ou 100% ruim, entretanto acredito que é nossa responsabilidade a maneira como nos sentimos frente a esses desafios, se vamos encará-los ou se não amamos tanto assim o caminho escolhido.

Nossa carreira é como um relacionamento: se cuidarmos dela, se a alimentarmos diariamente ela irá florescer e nos renderá bons frutos. Porém, se reclamarmos dela, amaldiçoarmos ela, fugirmos dela, provavelmente é melhor trocarmos de carreira, pois se ela não nos faz feliz temos que procurar uma que nos faça.

“Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida”. Confúcio.

Não tem um dia sequer em que eu tenha me arrependido de minhas escolhas profissionais. Nunca deixei a Arquivologia de lado, e agora vejo que tudo que plantei com carinho será recompensado. A Lei do retorno nunca falha, pode tardar, mas não falha.

Referências:
https://www.tuasaude.com/doencas-provocadas-pelo-stress/
http://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/carreiras/2017/06/1889868-brasil-e-segundo-pais-que-mais-perde-dinheiro-com-a-depressao-no-trabalho.shtml?cmpid=facefolha

*Este artigo também está publicado em meu perfil no LinkedIn:

https://www.linkedin.com/pulse/trabalhe-com-o-que-voc%C3%AA-ama-para-n%C3%A3o-precisar-de-fato-martins-leite/

3 comentários

  1. Pingback: Sites e Links Legais (5) | Cantinho da Tarsi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s